Saiba que só consciência existe

Se você penetrar no seu corpo, três camadas estão lá: bem na superfície está seu corpo. O corpo parece material, mas bem no fundo estão as correntes da vida, prana, a energia vital. Sem essa energia vital seu corpo seria somente um cadáver. Ele está vivo, com alguma coisa fluindo nele.

Esse fluir ‘alguma coisa’ é energia. Mais profundamente, porém, ainda mais fundo, você fica cônscio, você pode testemunhar. Você pode testemunhar tanto seu corpo quanto sua energia vital. Esse testemunhar é sua consciência.

Toda existência possui três camadas. A mais profunda é a consciência testemunha. No meio está a energia vital e bem na superfície está a matéria, o corpo material.

Essa técnica diz: essa consciência existe em cada ser, e nada mais existe. O que você é? Quem é você? Se você fechar seus olhos e tentar descobrir quem você é, no final você está destinado a chegar à conclusão de que você é consciência.

Essa consciência existe em cada ser, e nada mais existe. Viva com essa noção. Seja sensível a isso e onde quer que você vá, mova-se com essa mente e esse coração – que tudo é consciência e nada mais existe.

Mais cedo ou mais tarde, o mundo mudará sua face. Cedo ou tarde, objetos desaparecem e pessoas começam a aparecer em toda parte. Cedo ou tarde, o mundo inteiro subitamente estará iluminado e você saberá que você estava vivendo num mundo de coisas mortas apenas por causa da sua insensibilidade. Do contrário tudo está vivo – não somente vivo, tudo está consciente.

Osho, em "The Book of Secrets"
Imagem por hom26
Marcadores: 0 comentários | | edit post
A verdade: um espelho limpo

A verdade só é acessível à consciência inocente — uma consciência tão inocente quanto uma criança, uma consciência que não sabe nada.

Quando você sabe, seu espelho fica cheio de poeira — o conhecimento acumula poeira como um espelho.

Quando não sabe nada, você se deslumbra e se maravilha com tudo, seu espelho está limpo. E esse espelho limpo é a verdade.

Osho, em "Meditações Para a Noite"
Imagem por gualtiero
Marcadores: 0 comentários | | edit post
Dançando como uma árvore

Erga os braços e sinta-se como uma árvore num vento forte. Dance como uma árvore na chuva e ao vento.

Permita que toda a sua energia transforme-se numa energia dançante. Balance e mova-se com o vento, sentindo-o passar por você.

Esqueça que tem um corpo humano — você é uma árvore; identifique-se com ela. Se possível, fique ao ar livre, entre as árvores, transforme-se numa delas e deixe que o vento passe através de você.

Sentir-se identificado com uma árvore é imensamente fortificante e nutritivo. Entra-se facilmente na consciência primal. As árvores estão aí; fale com elas, abrace-as e, de repente, sentirá que tudo vem de volta.

E se não for possível sair ao ar livre, pare no meio da sala, visualize-se como uma árvore e comece a dançar.

Osho, em "O Livro Orange"
Imagem por Uqbar is back
Marcadores: 2 comentários | | edit post
Deus é uma fusão

Eu digo que não sei; você não pode encontrar um homem mais ignorante que eu. Não há nenhuma verdade e não há nenhum caminho. Eu não alcancei nenhum lugar, estou simplesmente aqui e agora.

Se você puder seguir este homem ignorante, a sua mente vai desistir. Porque a mente sempre segue o conhecimento, e quando a mente desiste não há nenhuma necessidade de ir para lugar algum. Tudo está disponível, sempre esteve disponível; você nunca perdeu isto.

Só por causa de sua busca, você não pôde olhar para isto. Sua mente, focada no futuro, na meta, não pode olhar.

A verdade o cerca, você existe nisto. Da mesma forma que os peixes existem no oceano, você existe na verdade. Deus não é uma meta, Deus é o que é aqui e agora. Estas árvores, estes ventos que sopram, estas nuvens que se movem, o céu, você, eu, é isto que Deus é. Não é uma meta.

Abandone a mente e o divino. Deus não é um objeto, é uma fusão. A mente resiste a uma fusão, a mente é contra a rendição; a mente é muito esperta e calculista.

Osho, em "Um Pássaro em Voo: Conversas Sobre o Zen"
Imagem por GollyGforce
Marcadores: 0 comentários | | edit post
Resultados da realização logosófica nos aspectos mais proeminentes da vida humana


Por Carlos Bernardo González Pecotche (Raumsol)
Com este artigo, damos início à apresentação dos resultados do estudo logosófico nos aspectos mais importantes da configuração humana.

No individual, destacamos a eficácia do método pela soma de vantagens que cada qual vai anotando em seu haver pessoal. Entender-se-á que os benefícios que o indivíduo vai recebendo quando realiza seu processo de evolução consciente são, evidentemente, os resultados positivos que ele obtém enquanto cumpre com empenho e constância as diretrizes que a Logosofia estabelece em seu auxílio, resultados estes que resumiremos assim:

1) Aprende a conduzir sua vida conscientemente. Isso lhe outorga vantagens de toda ordem, porque sabe a que se ater em cada circunstância ou diante de qualquer situação. Age em todos os casos sem precipitações, tendo em conta o que sua vida representa e o que dela deve fazer para sua felicidade futura.

2) Aprende a ser dono dos pensamentos que atuam em sua mente e controla todo pensamento externo que tente influenciá-la. Sabe como aumentar, mediante a função seletiva de sua inteligência, o número e qualidade dos pensamentos que favorecem sua evolução, e como eliminar os que a entorpecem.

3) Muda sua conduta, seu modo de ser e de agir, com o que enaltece, em tempo relativamente breve, o conceito que dele se tinha, tanto entre seus familiares como no círculo de suas amizades ou vinculações fortuitas.

4) Satisfaz plenamente suas inquietudes de ordem espiritual, tranquiliza as psicológicas e encaminha com favorável auspício as econômicas.

5) Adquire segurança no pensar e no agir.

6) Seu caráter, antes agressivo, irascível, amargurado ou triste, torna-se sereno, alegre e otimista.

7) Enriquece sua consciência com o concurso de conheci­mentos transcendentes. Esses conhecimentos lhe permitem introduzir-se em seu mundo interno e explorá-lo. Ao fazer isso, toma contato com o mundo metafísico ou transcendente, fonte das concepções eternas, por ser mental sua poderosa e fecunda força criadora.

8) Consolida a fé em si mesmo, fato este que o emancipa de toda fé baseada no abstrato, incapaz de resistir à analise sensata da razão. A fé em si mesmo é sinal evidente de integridade moral e espiritual, e adquire força categórica na livre decisão da vontade do indivíduo.

9) Alcança, finalmente, a redenção de si mesmo, prerrogativa que a Lei de Evolução lhe concede.* É precisamente no pro­cesso de evolução consciente, paralelo ao conhecimento de si mesmo, que o ser encontra, como esculpidos em relevo, os erros cometidos e as dívidas que contraiu ao longo de sua existência. Tais erros, ele os pode reparar até culminar na liberação de tão pesada carga, graças à capacitação logosófica alcançada; quanto às dívidas contraídas, podem elas ser definitivamente canceladas, ao se fazer o bem conforme a Logosofia prescreve, conscientemente, e com tal qualidade e volume que exceda com folga a totalidade dos erros, desacertos e tudo quanto de mau possa ele ter feito até o momento de iniciar seu processo de evolução.


* Ver o livro O Mecanismo da Vida Consciente, cap. 4 e 14, do autor.
 
Trechos extraídos do livro Curso de Iniciação Logosófica, p. 75.
A totalidade é a cura

Amor.

O desejo pela totalidade é inerente a tudo, mas somente o homem tornou-se consciente disso.

Dessa forma o homem vive sob tensão, e apenas quando esse anseio é realizado seu estado negativo de tensão é eliminado.

A tensão é simbólica do potencial infinito como também das infinitas possibilidades.

O homem não é o que ele pode ser, e a menos que ele seja aquilo que ele pode ser ele não pode ficar à vontade.

Esse mal-estar é o homem, e a saúde está na totalidade.

O fato de que a língua inglesa possui uma mesma raiz para as palavras todo (whole), sagrado (holy) e cura (heal) oculta uma profunda verdade:

Aquele que é total é também curado, e ser curado é ser total.

Essa integridade só pode ser alcançada tornando-se totalmente consciente de si mesmo: a escuridão do inconsciente é para ser penetrada e transformada em luz.

E a meditação é o método.

Osho, em "A Cup of Tea"
Imagem por Temari 09
Marcadores: 0 comentários | | edit post
Uma Lenda Chinesa
  Uma jovem chamada Lin, que se casou e foi viver com o
marido na casa da sogra.
    Depois de algum  tempo, começou a ver que não se
adaptava à sogra.
    Os temperamentos eram muito diferentes e Lin se
irritava com os hábitos e costumes da sogra,
    que criticava cada vez mais com insistência.
    Com o passar dos meses, as coisas foram piorando,
a ponto de a vida se tornar
    insuportável.
    No entanto, segundo as tradições antigas da China,
a nora tem que estar sempre a serviço
    da sogra e obedecer-lhe em tudo.
    Mas Lin, não suportando por mais tempo a idéia de
viver com a sogra, tomou a decisão de ir
    consultar um Mestre, velho amigo do seu pai.
    Depois de ouvir a jovem, o Mestre Huang pegou num
ramalhete de ervas medicinais e disse-lhe:
    - Para te livrares da tua sogra, não as deves usar
de uma só vez, pois isso poderia causar suspeitas. Vais
misturá-las com a comida, pouco a pouco, dia após dia, e
assim ela vai-se envenenando lentamente.
    Mas, para teres a certeza de que, quando ela morrer,
ninguém suspeitará de ti, deverás ter muito cuidado em
tratá-la sempre com muita amizade. Não discutas e ajuda-a
a resolver os seus problemas.
    Lin respondeu: "Obrigado, Mestre Huang, farei tudo o
que me recomenda.
    Lin ficou muito contente e voltou entusiasmada com o
projeto de assassinar a sogra.
    Durante várias semanas Lin serviu, dia sim, dia não,
uma refeição preparada especialmente para a sogra.
    E tinha sempre presente a recomendação de Mestre Huang
para evitar suspeitas: controlava o temperamento, obedecia
à sogra em tudo e tratava-a como se fosse a sua própria mãe.
    Passados seis meses, toda a família estava mudada.
    Lin controlava bem o seu temperamento e quase nunca se aborrecia.
    Durantes estes meses, não teve uma única discussão com a sogra,
que também se mostrava muito mais amável e mais fácil de tratar com ela.
    As atitudes da sogra também mudaram e ambas passaram a tratar-se como mãe e filha.
    Certo dia, Lin foi procurar o Mestre Huang, para lhe pedir ajuda e disse-lhe:
    Mestre, por favor, ajude-me a evitar que o veneno venha a matar a minha sogra.
    É que ela transformou-se numa mulher agradável e gosto dela como se fosse a minha mãe.
    Não quero que ela morra por causa do veneno que lhe dou.
    Mestre Huang sorriu e abanou a cabeça: Lin, não te preocupes.
    A tua sogra não mudou. Quem mudou foi você .
    As ervas que te dei são vitaminas para melhorar a saúde.
    O veneno estava nas tuas atitudes, mas foi sendo substituído pelo
amor e carinho que lhe começaste a dedicar.
    Na China, há um provérbio que diz:
    "A pessoa que ama os outros também será amada".
    E os árabes têm outro provérbio:
    "O nosso inimigo não é aquele que nos odeia, mas aquele que nós odiamos".
    As pessoas que mais nos dão dor de cabeça hoje poderão vir a ser as que
mais nos darão alegrias no futuro.
    Invista nelas...cative-as, ouça-as, cruze seu mundo com o mundo delas.
    Plante sementes.
    Não espere o resultado imediato...colha com paciência.
    Esse é o único investimento que jamais se perde.
    Se as pessoas não ganharem, você, pelo menos, ganhará :
    Paz interior, experiência e consciência de que fez o melhor.
Façamos um esforço como a nora fez, para com as pessoas que parecem nos odiar...

Imagens: Obras de Tamayo
Editado por Aparecida Camilo.
Marcadores: 0 comentários | | edit post
A CESTA DE CARVÃO

Numa fazenda do leste do Kentucky,
uma história  é contada e repetida muitas vezes
pelos moradores daquele lugar.
Dizem que é uma história real de um velho homem
que morava numa fazenda daquelas montanhas
 com seu jovem neto.
Todas as manhãs, o avô se sentava cedo à mesa da cozinha
para ler a sua velha Bíblia desgastada.
A referência familiar do menino era o vovô
e o neto gostava de imitá-lo em todas as coisas
que ele fazia.
Era lindo de se ver o relacionamento de amor entre eles.
O neto um dia perguntou: 
Vovô, eu quero ser como senhor e ler a Bíblia.
Eu quero amar este livro como o senhor ama,
mas eu não o entendo,
e o que é pior é que quando eu leio uma coisa,
em seguida eu me esqueço e nem sei mais o que eu li.
Então vovô,
como este livro poderá fazer bem à minha vida?
Vovô me explique: Como a Bíblia poderá me ajudar?? 
Sem perder a paciência
e com muito carinho e amor,
o vovô parou de jogar o carvão no grande fogão a lenha da casa
e falou com seu neto com muita atenção:
?Meu neto quero que você apanhe esta cesta suja de carvão,
que está vazia agora,
e vá até o rio e encha de água para mim, por favor.
Você pode fazer isso??
O menino falou com muita alegria:
?Claro que eu posso vovô. Já estou indo.?
E saiu correndo com o cesto para o rio. Encheu o cesta com água e voltou correndo.
Mas a água vazou pela cesta e quando o menino chegou, ela estava vazia.
O vovô sorriu  e abraçou o neto.  E falou outra vez:
"Acho que você terá que correr... Vá mais rápido desta vez...?
E o neto foi correndo para agradar ao vovô querido.
Mas quando voltou a cesta estava vazia novamente.
O  neto então disse ao vovô que com aquele cesto era impossível
e só com o balde ele conseguiria a água.
Mas o vovô disse:
"Eu não quero um balde de água; Eu quero uma cesta de água.
Você pode conseguir isso. Se esforce.?
Mas o neto havia sentido que esta era uma tarefa impossível.
Mas com a palavra do vovô, ele correu ao rio o mais rápido que podia.
E quando chegou, a cesta estava vazia.
Com o coração disparado pela correria, ele diz ao vovô:
 "Viu vovô. É impossível. Eu não consigo. Isto é inútil."
"Porque pensas que é inútil?
disse o velho
"Olha agora para dentro do cesto?. 
O menino olhou para o cesto
e pela primeira vez ele percebeu que a cesta parecia diferente. 
A CESTA ESTAVA LIMPA.
A sujeira do carvão não mais existia.
"Filho",
(disse o avô) 
 ? é isso que acontece quando você lê a Palavra de Deus. 
É bem provável que você não consiga se lembrar de tudo que leu.
Nem eu também.
Mas, mesmo que você não veja,
quando você lê esta Palavra,
ela vai mudando o seu interior continuamente.
E é isso que o Senhor Deus faz em nossas vidas. 
Ele vai nos mudando por dentro,
e bem devagarzinho,
e nos transformando à imagem de Seu Filho, Jesus. "


 
Marcadores: 0 comentários | | edit post
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina
  • About Me

    Minha foto
    Aparecida Camilo
    Uma mulher que busca todos os dias me tornar uam pessoa melhor.
    Visualizar meu perfil completo

    Followers

    Estatísticas

    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs